Toxoplasmose

A toxoplasmose pode ser transmitida através de jardinagem, de verduras mal lavadas e de carne mal passada e através de um gato. Em humanos, geralmente a infeção é assintomática, e uma vez criados anticorpos nada há a temer futuramente.

O gato é o único hospedeiro que liberta activamente oocistos no seu ambiente, mas adquire o parasita através do consumo de animais infectados, geralmente ratos.

No entanto, um gato infectado apenas e só liberta os oocistos durante 21 dias após a infecção. Isso quer dizer que um gato que viva há apenas 1 mês dentro de casa já não é foco de infecção.

A transmissão apenas ocorre através das fezes de um gato infectado, por via oral, portanto para prevenção deve-se lavar sempre as mãos após limpar a areia do gato.

 

Um gato que viva há anos dentro de casa com os seus donos, sem acesso ao exterior e sem possibilidade de poder ser infectado através da caça, alimentado com ração e sem acesso a carne crua ou mal passada, não é um veículo de transmissão de toxoplasmose.

A maior probabilidade de contrair toxoplasmose é através do consumo de carne e vegetais infectados, ou mexendo em terra de jardins, do que através de um gato.

Por isso, se estiver grávida pode continuar a dar colo ao seu gato. Ter cuidados básicos de segurança e usar luvas descartáveis para limpeza da caixa de areia, ou pedir a outra pessoa para cuidar dessa tarefa durante a gravidez.

 

URGÊNCIAS 24h

919+201+513

CVMI 2017

Todos os direitos reservados

2ª a 6ª - 10h-13h e 15h-20h

Sábado - 10h-13h e 15h-18h

214+569+009

214 569 009

919+201+513 (24h/dia - todos os dias)

cvmi@cvmi.pt

Rua da Alemanha, 189-B

Quinta de S. Gonçalo

2775-397 Carcavelos