Lagarta do Pinheiro

Os meses entre Fevereiro e Maio são normalmente os mais perigosos para os encontros com a lagarta processionária, uma praga dos pinheiros que é extremamente perigosa para as pessoas e para os animais.

 

É nesta altura que geralmente a lagarta desce dos pinheiros em filas ordenadas (vindo dessa formatura de “procissão” o seu nome comum) e fica acessível a crianças e animais.

 

O perigo da lagarta não reside só em tocar-lhe, pois quando se deslocam libertam pequenos pêlos urticantes que provocam alergias severas ao nível da pele, olhos e vias respiratórias.

 

Os cães são os animais mais afectados por esta praga, embora possa acontecer a gatos. Isso acontece porque esta lagarta tem um odor que agrada aos animais.

Basta o animal cheirar a processionária para ser afectado pelos pêlos urticantes que se desprendem da lagarta e que ao picar a pele libertam um produto muito tóxico para os humanos e os animais.

A situação mais grave acontece quando a lagarta entra em contacto com a língua, o que leva inevitavelmente ao apodrecimento dos tecidos da língua.

Logo aos primeiros sintomas, que incluem salivação, lágrimas e um coçar insistente do focinho, deve ser procurado com urgência um veterinário.

Se o cão ou gato começar a salivar, chorar ou coçar-se durante ou depois de um passeio no exterior, deve ser levado imediatamente ao veterinário.

 

Se não existir nenhum destes sintomas mas o animal começar a ter dificuldade em comer, examinar de imediato a língua, para verificar se está a ficar com zonas negras ou cinzentas, ou se apresenta inchaços. Caso o animal apresente alterações deve ser levado de urgência ao veterinário.

Se no local onde o animal mora houver pinheiros na rua e estiverem presentes estas lagartas, deve-se comunicar à Câmara Municipal da zona.

Caso o animal viva numa casa com um pinheiro no seu jardim, pode contactar empresas que fazem prevenção e tratamento da lagarta processionária.

URGÊNCIAS 24h

919+201+513

CVMI 2017

Todos os direitos reservados

2ª a 6ª - 10h-13h e 15h-20h

Sábado - 10h-13h e 15h-18h

214+569+009

214 569 009

919+201+513 (24h/dia - todos os dias)

cvmi@cvmi.pt

Rua da Alemanha, 189-B

Quinta de S. Gonçalo

2775-397 Carcavelos